Kiev
Kyiv: 5 pontos turísticos
Usina nuclear Chernobyl, Pripyat, Estádio Olímpico – isso é somente a pequena parte das atrações que oferece a capital da Ucrânia. Kiev é a cidade que nesceu no século V e que é conhecida como a "mãe das cidades rutenas".
Catedral de Santa Sofia
A Santa Sofia pertence ao patrimônio de UNESCO e é um de 100 milagres do mundo. Imagina: agora o prédio que podemos podemos ver é o mesmo que foi construído no início do século século XI! É o edifício mais antigo na cidade de Kiev. Todos os os frescos e mosaicos são originais: há cerca de 260m2 de mosaicos e 3000m2 de frescos do século XI. A coisa interessante é que as pinturas representam não apenas cenas da Bíblia, mas também a vida cotidiana: família do rei, caça, etc. Era a revolução na pintura nesta época. O que mais, a Santa Sofia é um dos primeiros lugares no mundo onde o "street art" apareceu: nas paredes é possível ver o graffiti. A igreja usava- se não apenas como o templo, mas também como o centro cultural e diplomático. Foi aqui onde era a maior biblioteca na Europa. E foi aqui onde se organizavam os encontros com os representantes de outros países. Mas a história da Catedral foi muito dramática. No ano 1240 foi muito destruída pelos mongóis. E na década 30 do século XX podia ser arruinada pelos sovietes. E apenas graças à proteção do governo francês foi preservada: a esposa do rei Henrique I, a rainha Anna, foi ucraniana.

Agora é o museu que é possível visitar. Inclui Catedral, Torre de sinos, Casa de Bispo, Sofia Pequena, jardim.
Santa Sofia
Portas Douradas
As portas que foram construídas no século XI pelo rei Yaroslav Sábio até agora adornam a cidade de Kyiv. Nesta época elas foram uma das trêsentradas na cidade, conhecida como a VIP-entrada, ou seja foi apenas para as pessoas nobres e ricas. E daqui é uma das teorias do nome: para entrar através estas portas devia-se pagar. Nos dois lados as portas foram cercadas por baluartes de altura de 8 metros! Eram tão bem protegidas que até os mongóis não conseguiram entrar na cidade usando estas portas. Ao lado fica a estatua do rei Yaroslav, que é conhecido no mundo como o "sogro da Europa", porque os filhos deles foram casados com os reis dos países europeus.

Agora isso é o museu que é possível visitar. Dentro ficam as paredes originais do século XI!
Portas Douradas
Praça de Independência
Hoje é a praça principal na cidade de Kiev, mas é dificil imaginar que na época de Kiev Rus era coberta pelas florestas e florestas e se usava como o lugar para caça. Aqui fica o primeiro arranha-céus na cidade. A praça tornou-se o lugar importante no período da União Soviética e junto com a Rua
Khreshchatyk foi o bairro administrativo. É aqui mesmo onde é possível ver a arquitetura do modernismo de Stalin. No centro fica o monumento da Independência, construído no ano 2001 para comemorar 10 anos da independência. E foi aqui mesmo onde em 2013 se começou a Revolução de Dignidade: Molotov-cocktail, incêndio do Reator 5 (casa de sindicato), início de guerra – a praça viu tudo isso.

Agora é o lugar mais visitante no capital da Ucrânia. Especialmente é muito lindo a noite: todos os fontes se iluminam e cantam.
Praça de Independência
Ponte de Pedestre
O comprimento da ponte é 420 metros e ele conecta a margem direita do Rio Dnipro com a Ilha de Truhaniv. A ponte é a mais comprida ponde de pedestre na Europa! A noite é iluminada pelas cores diferentes. Também, a ponte é a parte da maior rota de bicicleta em Kiev. A ilha Truhaniv é como Manhattan em Nova Iorke antes de ser "preenchidos" com prédios. Fica no meio da cidade e no verão torna-se ao centro de entretenimento: cinema ao ar livre, discotecas, festas.
Ponte de Pedestre
Universidade Vermelha
Este parque é um dos menores, mas mais bonitos em Kiev. É o preferido lugar de descanso dos estudantes, porque ao lado fica a Universidade Vermelha. Há muitos jogadores de xadrez aqui que se juntam cada dia para jogar. Segundo a lenda, a iniciativa de criar o parque pertence ... ao imperador brasileiro Don Pedro, que visitou Kiev em 1876. Foi ele quem chamou a atenção para o terreno vazio em frente ao prédio da universidade. E agora graças a um brasileiro as cidadãos de Kiev possuem o oásis no centro da cidade.
Universidade Vermelha